O LINGUEE COMO FERRAMENTA NO ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS ATRAVÉS DA TRADUÇÃO COMO ATIVIDADE CONTRASTIVA

Autores

Palavras-chave:

tradução, ensino de LE, Linguee, fossilização, recurso pedagógico

Resumo

A tradução figura como recurso didático desde o começo da história do ensino de línguas estrangeiras. Partindo-se da análise da didática tradicional do antigo Método de Gramática e Tradução, em que a tradução ocorria de forma descontextualizada, pretendemos, neste artigo, avaliar o uso do dicionário on-line e corpus multilingue Linguee como ferramenta pedagógica, visando o desenvolvimento da autonomia do aluno bem como uma abordagem que se diferencie daquela tradicional. Assim sendo, estamos defendendo que a tradução quando atividade consciente pode ajudar o estudante a fomentar as transferências positivas e conter as negativas, bem como a promover a superação dos elementos fossilizados durante o aprendizado por meio do processo de conscientização e contraste. Nosso trabalho está embasado em Calvo Capilla (2009), Calvo Capilla & Ridd (2009), Leffa (1988), Barreto (2012), Freitas (2010), Jiménez (2013), Ferreira & Monteiro (2020), Jimenez (2013) e Santos et al. (2020). Nossos resultados apontam que o corpus e dicionário Linguee possibilita, ainda que não em todos os 26 idiomas disponíveis pelo site, o trabalho em sala de aula com foco na superação dos erros mais comuns de estudantes brasileiros.

Biografia do Autor

Jeander Cristian da Silva, UFMG

Graduado em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa) pela UFMG e mestre em Estudos Linguísticos pela mesma instituição; autor da dissertação Axiotopônimos: um estudo dos logradouros públicos da cidade de Betim. Doutorando em Estudos Linguísticos pela UFMG. Tem experiências na área de Linguística Teórica e Descritiva, pautando-se nos seguintes temas: Lexicologia e Toponímia. Além disso, atuou no projeto de pesquisa Nomes Gerais, coordenado pelo Professor Doutor Eduardo Tadeu Roque Amaral e foi monitor da disciplina Didática de Licenciatura, em 2017, tendo auxiliado a Professora Doutora Maria José Batista Pinto Flores no planejamento e organização das aulas, no monitoramento, registro e análise das atividades discentes. Atualmente, é estagiário docente, pelo PIFD, no projeto Apoio Pedagógico da Fale/UFMG, lecionando as seguintes disciplinas: Fundamentos de Sintaxe; Fundamentos de Semântica; Sintaxe, na perspectiva da Gramática Tradicional (online) e Gramática Tradicional: Morfossintaxe da Língua Portuguesa (online). Integrante do Grupo de Pesquisa GELNAL/UFAC (Grupo de Estudos do Léxico e Narrativas da Amazônia Legal). Membro da Associação Brasil Soka Gakkai Internacional, uma ONG filiada a ONU e já presente em mais de 192 países, que luta pela Paz, Cultura e Educação mundial.

Downloads

Publicado

2021-11-24

Como Citar

GOUVEIA DUARTE, L.; DA SILVA, J. C. O LINGUEE COMO FERRAMENTA NO ENSINO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS ATRAVÉS DA TRADUÇÃO COMO ATIVIDADE CONTRASTIVA. Anais do Encontro Virtual de Documentação em Software Livre e Congresso Internacional de Linguagem e Tecnologia Online, [S. l.], v. 10, n. 1, 2021. Disponível em: https://nasnuv.com:443/ojs2/index.php?journal=CILTecOnline&page=article&op=view&path[]=753. Acesso em: 5 fev. 2023.