A LEITURA ON-LINE COMO UM PROCESSO DE INVESTIGAÇÃO E A PRODUÇÃO DE TEXTO DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

UMA PROPOSTA PARA O ENSINO SUPERIOR

Autores

  • Bárbara Amaral da Silva University of Windsor/Pós-doc https://orcid.org/0000-0002-1469-9575
  • Marcelo de Castro Universidade Federal de Minas Gerais/Doutorando em Estudos Linguísticos
  • Shirlene Ferreira Coelho Universidade Federal de Minas Gerais/Doutoranda em Estudos Linguísticos

Palavras-chave:

leitura on-line, texto de divulgação científica, letramento acadêmico, letramento digital, ensino superior

Resumo

Neste artigo, apresentamos uma proposta didática – organizada em três etapas – focada na leitura em múltiplas fontes para produção de um texto de divulgação científica. Direcionada ao ensino superior, a ideia pode contribuir tanto para o letramento acadêmico quanto para o digital dos alunos, pois exploramos habilidades intrínsecas às novas práticas de leitura em ambiente digital, essenciais ao universo acadêmico, além de trabalharmos com um gênero típico desse domínio. Embora tematize a variação linguística, o protótipo didático pode ser facilmente adaptado a diferentes contextos de ensino.

Biografia do Autor

Bárbara Amaral da Silva, University of Windsor/Pós-doc

Bárbara Amaral da Silva é mestre e doutora em Linguística do texto e do discurso pelo Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente, realiza pós-doutorado na University of Windsor, no Canadá. 

Marcelo de Castro, Universidade Federal de Minas Gerais/Doutorando em Estudos Linguísticos

Marcelo de Castro é mestre em Educação pela Universidade Federal de Ouro Preto e doutorando em Linguística Aplicada pelo Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Shirlene Ferreira Coelho, Universidade Federal de Minas Gerais/Doutoranda em Estudos Linguísticos

Shirlene Ferreira Coelho é mestre e doutoranda em Linguística Teórica e Descritiva pelo Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos, da Faculdade de Letras, da Universidade Federal de Minas Gerais, cujas pesquisas se alinham à vertente teórica da Sociolinguística Histórica. Atua, ainda, como tutora em disciplina on-line voltada para a leitura e para a produção de gêneros acadêmicos.

Referências

ARAÚJO, V. D. L.; GLOTZ, R. E. O. O letramento digital enquanto instrumento de inclusão social e democratização do conhecimento: desafios atuais. Paidei@. N.1, v. 2, s/p, 2009. Disponível em: <https://periodicos.unimesvirtual.com.br/index.php/paideia/article/view/85>. Acesso em: 9 ago. 2020.

BRATEN, I.; STROMSO, H. I. Measuring strategic processing when students read multiple texts. Metacognition Learning, v. 6, p. 111-120, 2011.

BRITT, M. A.; GOLDMAN, S.; ROUET, J. F. Reading – from words to multiple texts. New York: Routledge, 2013.

COIRO, J. Predicting Reading Comprehension on the internet: Contributions of Offline reading skills, online reading skills, and Prior Knowledge. Journal of literacy Research, published online, out., 2011.

COSCARELLI, C. V.; COIRO, J. Reading multiple sources online. Linguagem & Ensino, Pelotas, v.17, n.3, p.745-771, set./dez. 2014. Disponível em: <https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/rle/article/view/15313/9501>. Acesso em: 11 set 2020. COSCARELLI, C. V. A leitura em múltiplas fontes: um processo investigativo. Ensino e Tecnologia em Revista. UTFPR, Paraná. v. 1, n.1, 2017. Disponível em: <https://periodicos.utfpr.edu.br/etr/article/view/5897/4411>. Acesso em: 11 set 2020. FRANCO, A. P. C. L.; RODRIGUES, C. R.; CASTRO, M.; COELHO, S. F. Letramento acadêmico na UFMG: visões, crenças e práticas de um grupo de graduandos. Percursos Linguísticos, v. 10, n. 24, p. 92-111, 2020. Disponível em: <https://periodicos.ufes.br/percursos/article/view/28917>. Acesso em: 20 ago. 2021. LEA, M. R.; STREET, B. O modelo de “letramentos acadêmicos”: teoria e aplicações. Revista Filologia e Linguística Portuguesa, v. 16, n. 2, p. 477-493, jul./dez., 2014. MARINHO, M. A escrita nas práticas de letramento acadêmico. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 10, n. 2, p. 363-386, 2010.

RIBEIRO, Ana Elisa. Letramento digital: um tema em gêneros efêmeros. Revista da ABRALIN, v.8, n.1, p. 15-38, jan./jun. 2009. Disponível em: <https://revistas.ufpr.br/abralin/article/view/52433 >. Acesso em: 7 ago. 2020.

PRENSKY, Marc. Digital Natives, Digital Immigrants Part 1, On the Horizon, Vol. 9 N. 5, p. 1-6, 2001. Disponível em: <https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/10748120110424816/full/html>. Acesso em: 9 ago. 2020.

ROJO, R. H. Protótipos didáticos para os multiletramentos. In: ROJO, R. H.; MOURA, E. (Orgs.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012, p. 7-9.

SOARES, M. Novas práticas de leitura e escrita: letramento na cibercultura. Educ. Soc., Campinas, vol. 23, n. 81, p. 143-160, dez. 2002. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/es/v23n81/13935.pdf>. Acesso em: 7 ago. 2020.

SORJ, B.; GUEDES, L. E. Exclusão Digital: problemas conceituais, evidências empíricas e políticas públicas. Novos Estudos, n. 27, p. 101-117, 2005. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-33002005000200006&lng=pt&tlng=pt>. Acesso em: 9 ago. 2020.

ZACHARIAS, V. R. C. Letramento digital: desafios e possibilidades para o ensino. In: COSCARELLI, C. (Orgs.). Tecnologias para aprender. São Paulo: Parábola Editorial, 2016, p. 15-29.

Downloads

Publicado

2021-11-24

Como Citar

AMARAL DA SILVA, B.; DE CASTRO, M.; FERREIRA COELHO, S. A LEITURA ON-LINE COMO UM PROCESSO DE INVESTIGAÇÃO E A PRODUÇÃO DE TEXTO DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA: UMA PROPOSTA PARA O ENSINO SUPERIOR. Anais do Encontro Virtual de Documentação em Software Livre e Congresso Internacional de Linguagem e Tecnologia Online, [S. l.], v. 10, n. 1, 2021. Disponível em: https://nasnuv.com:443/ojs2/index.php?journal=CILTecOnline&page=article&op=view&path[]=910. Acesso em: 5 fev. 2023.