MUSEU, FOTOGRAFIA E ESCOLA

UMA POSSIBILIDADE DE INTELOCUÇÃO COM O PATRIMÔNIO FERROVIÁRIO DE CARANGOLA

Autores

  • Luciana do Carmo Narciso Universidade Federal de Viçosa
  • Ana Lucia do Carmo Narciso Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Carangola, patrimônio cultural, educação patrimonial, ferrovia, fotografia

Resumo

A proposta de diálogo entre acervo fotográfico e escolas que lançamos se dá através da utilização das fotografias do Museu Municipal de Carangola através da realização de uma oficina cujo tema central é o patrimônio ferroviário do município. Nossa delimitação temática consiste em fotografias que tenham como tema a ferrovia Leopoldina Highway e os vestígios materiais deixado por ela na paisagem de Carangola. Neste trabalho utilizamos a técnica de observação que conforme elucida Marina Marconi e Eva Lakatos (2011), é uma técnica que não consiste apenas em ver e ouvir, mas também em examinar fatos ou fenômenos que se deseja estudar. O objetivo desta proposta consiste tanto em aproximar os alunos tanto do patrimônio, como da produção do saber histórico. Percebemos ao longo das discussões que as fotografias têm um grande potencial enquanto ferramenta de ensino e que em face da atual conjuntura onde o Museu encontra-se fechado ao público, seu acervo digitalizado pode ser utilizado como forma de difusão do patrimônio municipal.

Biografia do Autor

Ana Lucia do Carmo Narciso, Universidade Federal de Juiz de Fora

Possui licenciatura em Matemática pela Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) - Unidade Carangola. Mestrado pelo Programa de Pós Graduação em Educação Matemática, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Matemática (GREPEM), da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Referências

ABUD, Katia. Currículos de História e Políticas Públicas: os programas de História do Brasil na escola secundária. In: BITTENCOURT, Circe (org.). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2004.

BITTENCOURT, Circe. Identidade nacional e ensino de História do Brasil. In. KARNAL, Leandro (Org.). História na sala de aula: conceitos, práticas e propostas. São Paulo: Contexto, 2003.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: História, Geografia – Brasília: MEC/SEF 1997

CANCLINI, Nestor Garcia. O patrimônio cultural e a construção do imaginário nacional. Tradução: Maurício Santana Dias. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. n. 23, p.94-112, 1994.

CHOAY, Françoise. O patrimônio histórico na era da indústria cultural & A competência de edificar In. A Alegoria do Patrimônio. Trad. de Luciano Vieira Machado. 3a. ed. São Paulo: Estação Liberdade/Editora da UNESP, 2006. p.205-237; p.209-265

COOPER, Hilary. Aprendendo e ensinando sobre o passado a crianças de três a oito anos. Educar, Editora UFPR, Curitiba, Especial, p. 171-190, 2006.

COVRE, Maria de Lourdes Manzini. O que é Cidadania? São Paulo: Brasiliense, 2002 (10ª reimpressão da 3ª edição de 1995).

GADOTTI, Moacir. A escola e o professor: Paulo Freire e a paixão de ensinar; 1.ed. São Paulo: Paublisher Brasil, 2007.

HENRIQUES, Rosali; CHAVES, Rafael. EXPOSIÇÕES EM MUSEU VIRTUAIS: duas experiências brasileiras. Revista Eletrônica Ventilando Acervos, Florianópolis, v. 8, n. 2, p. 76-89, nov. 2020.

IEPHA. Manual de Diretrizes para Educação Patrimonial. Disponível em: < http://www.iepha.mg.gov.br/component/docman/doc_download/80-diretrizes-paraeducacao-patrimonial-pdf--181-mb>. Acesso em 10 set. 2021

LONDRES, Cecilia. O Patrimônio cultural na formação das novas gerações: algumas considerações. In: TOLENTINO, Átila Bezerra (org). Educação patrimonial: reflexões e práticas. João Pessoa: Superintendência do Iphan na Paraíba, 2012.

RANGEL, Marília Machado.Educação Patrimonial: conceitos sobre patrimônio cultural.In:MINAS GERAIS -SEE. Reflexões e contribuições para a Educação Patrimonial. Belo Horizonte, SEE/MG, 2002.

SCHMIDT, Maria Auxiliadora Moreira dos Santos; GARCIA, Tania Maria F. Braga. A Formação da consciência histórica de alunos e professores e o cotidiano em aulas de história. Cad. Cedes, Campinas, vol. 25. N. 67, p. 297-308, set.-dez.2005

Downloads

Publicado

2021-11-24

Como Citar

DO CARMO NARCISO, L.; DO CARMO NARCISO, A. L. MUSEU, FOTOGRAFIA E ESCOLA: UMA POSSIBILIDADE DE INTELOCUÇÃO COM O PATRIMÔNIO FERROVIÁRIO DE CARANGOLA. Anais do Encontro Virtual de Documentação em Software Livre e Congresso Internacional de Linguagem e Tecnologia Online, [S. l.], v. 10, n. 1, 2021. Disponível em: https://nasnuv.com:443/ojs2/index.php?journal=CILTecOnline&page=article&op=view&path[]=966. Acesso em: 5 fev. 2023.